Propriedade maravilhosa do leite materno para o crescimento cerebral de bebês prematuros

Logomarca da Universila BLOG

Sempre ouvimos que o alimento mais completo para um bebê é o leite materno, certo?

Um novo estudo acaba de fornecer evidências - mais ainda - incontestáveis.

Este estudo foi apresentada no Encontro das Sociedades Acadêmicas Pediátricas – 2019. Ele mostrou que bebês prematuros que consomem leite materno têm níveis mais elevados de substâncias químicas essenciais para o desenvolvimento do cérebro.

A Children’s National avaliou bebês nascidos com muito baixo peso ao nascer (menos de 1.500 gramas) e idade gestacional de 32 semanas (ou menos).

Por meio da espectroscopia de ressonância magnética de prótons, foram coletados dados da substância branca do lobo frontal direito e do cerebelo.

O que os pesquisadores observaram?

Em comparação com o leite em pó infantil, o espectro de massa branca do cérebro de bebês que se alimentam com leite materno mostra que o nível de inositol é muito mais alto.

Inositol?

Sim, é uma molécula semelhante à glicose.

Especialistas também observaram que os níveis de creatina em crianças amamentadas são muito mais elevados. Este metabólito (termo usado em farmacologia e bioquímica para os metabólitos de moléculas ou substâncias específicas) contribui para o ciclo de renovação da energia celular.

De acordo com este estudo, o nível de colina (um nutriente solúvel em água que é um sinal de renovação da membrana celular) em crianças amamentadas também aumenta dramaticamente.

Sobre os resultados do estudo, Catherine Otorini, pediatra e principal autora do estudo, disse: "O conteúdo dos principais metabólitos aumenta durante o período de crescimento exponencial no cérebro do bebê."

Viu?

O leite materno é completo, poderoso ... e um tratamento muito eficaz, incluindo o desenvolvimento do cérebro para bebês prematuros!

[Fonte: https://imprensapublica.com.br]